Aprovar plano de recuperação e conservação do huemul na Reserva da Biosfera nevados de Chillán e Laguna del Laja

O Ministério do Ambiente confirmou esta terça-feira a aprovação de um Plano de Recuperação, Conservação e Gestão de Espécies (Recoge) para o huemul que habita a zona montanhosa de Nevados de Chillán.

A informação, gravada pela Rádio Cooperativa, foi prestada pela ministra Carolina Schmidt, que explicou que a iniciativa visa “conservar e proteger espécies ameaçadas e as áreas onde vivem, atenuando as ameaças que as afetam”.

O plano, apresentado pela Conaf, abrangerá um período de 12 anos, e será implementado dentro dos limites da Reserva da Biosfera Nevados de Chillán e de Laguna del Laja, localizada no sector montanhoso das regiões de Uble e Biobío.

Patricio Caamaño, seri de Medio Ambiente em Uble, explicou à emissora que “o huemul enfrenta ameaças relacionadas com infraestruturas, práticas pecuárias insustentáveis, caça ilegal, desastres naturais e atividades recreativas na serra”.

A este propósito, Caamaño referiu que o plano foi aprovado juntamente com outros dois projetos que visam a conservação da fardela branca e do canquén vermelho, inscritos pela ONG Oikonos e pelo Centro de Reabilitação das Aves Leñadura, respetivamente.

A fardela branca é uma ave presente nas Ilhas Robinson Crusoe, Santa Clara e Mocha, tendo sido principalmente afetada por espécies exóticas invasoras, pela falta de posse responsável de animais de estimação nas zonas costeiras e pela presença de luzes e linhas elétricas em locais de reprodução.

Entretanto, o canquén vermelho é uma ave que tem o seu habitat na região de Magalhães e a sua conservação tem sido afetada pela presença de carnívoros exóticos, falta de posse responsável de animais de estimação, práticas pecuárias insustentáveis, atividades mineiras e recreativas.

vinh
Sem comentários
Posted in:
Ambiente
Comments
There are no comments yet.
Write a comment
Your comment
Name
Email